segunda-feira, 26 de outubro de 2009

I'm a material girl ..

Como Madonna canta: "Porque nós vivemos num mundo materialista e eu sou uma garota material". É Madonna, eu confesso, também sou. Coisa que eu não era tanto há uns meses atrás, mas ultimamente fico louca olhando a roupa das famosas, querendo ter igual, os olhos brilham quando veem uma vitrine de sapatos e roupas. E se prestarem bastante atenção na moda atual irão perceber que qualquer semelhança com a moda dos anos 80 não é mera coincindência; porque como dizem, nada se cria, tudo se copia, mas bem que no campo da moda tudo se reinventa.
A moda sempre acompanhou a música, já perceberam? Anos 70, época das discotecas, de dançar muiito, e lá estavam as calças bocas de sino, os vestidos coloridos para a noite, sapatos plataforma tanto para mulheres quanto para homens, mostrando uma época em que os homens começaram a se preocupar com o seu figurino também. Assistam Embalos de sábado à noite e Tony Manero mostrará para vocês.
O estilo dos anos 80 é o meu preferido, época de muito pop, rock e new wave. Muita cor, acessórios, formas e personalidade. Só pra se ter uma idéia:


















Madonna - a rainha do pop ditou moda nos anos 80, e seu estilo parece voltar a ser copiado por muitos atualmente. Desde acessórios pesados, como correntes e muitas pulseiras, até calça legue e lenços, ah, e o cabelo todo arrevirado tipo "oi, tá sujo" também.

Michael Jackson - adoro essa jaqueta tipo militar, um luxo. Usada muito pelo rei do pop, e recentemente virou peça frequente nas apresentações do Mika. Meu sonho de consumo encontrar uma jaqueta militar perfeita pra mim.

Cyndi Lauper - estilosa por demais, algumas roupas eram de assustar, mas eu adoro grande parte delas. Nessa foto ela já mostra uma tendência de hoje em dia muito usada: vestido tubinho curto, casaquinho curto, meia fina e acessórios. Adoro.

Boy George, vocalista do Culture Club - muitas e muitas cores e acessórios espantosos, maquiagem forte, é certo que não era muito copiado o seu estilo, a não ser pelos fãs que faziam questão de se vestir o mais parecido com ele.


Go-go's - new wave só com meninas, que tudo. Calça altissima; wayfarer, roupas e acessórios coloridos.

The B'52's - olhem a roupa da Cindy Wilson (de trança): all-star, calça legue, cacharrel e cinto acima da cintura.


Guns N' Roses - lenço, ray-ban e muito jeans.

Quero tudooo. Haha.
Beijos!





sábado, 17 de outubro de 2009

O que será que usa chapéu e suspensório rosa e pula feito uma gazela?

Ele: MIKA!!!!
Ah, tô tão feliz, hoje entrei na comunidade do Mika, fui ver os tópicos (rotina) e o que eu vejo? O videoclip oficial de Rain, terceiro single do álbum The boy who knew too much. Mika vem desde o ano passado dando uma prévia em seus shows dessa música, em uma versão só com piano, deixando nós fãs ansiosos esperando pelo lançamento oficial que só aconteceu dia 13 de setembro, incluso no seu segundo álbum. A música tornou-se a minha preferida naquela primeira escutada de um álbum novo, quando você tá tão ansiosa pra ouvir as músicas que nem ouve direito, sabem?
O titulo do post refere-se ao clipe de Blame it on the girls, segundo single do recente CD.


Álbum The boy who knew too much


Videoclip de Rain.


Pra quem não conhece o Mika, algo bem comum aqui no Brasil, ele é um cantor libanês que com um ano de idade foi para a França, mas desde pequeno mora em Londres, que tem como influência na música Freddie Mercury e Elton John (e é muito com
parado a eles), toca piano, alcança notas altíssimas e tem um estilo beem pop.
O seu primeiro álbum que foi lançado em 2007, Life in Cartoon Motion, o lançou no mercado mundial, com músicas dançantes e puro pop. O segundo álbum, já citado acima, não traz tantas inovações comparado ao primeiro, mas pergunta se eu fiquei chateada por isso? NUNCA! O primeiro é pra não colocar defeito, e o último dá a sensação de uma continuação, só que com poucas músicas dançantes e em grande maioria, baladas.
Poderia ficar horas falando dele, sou muito fã, admiro demais a sua genialidade, é ele quem compõe as músicas, produz, ajuda a desenhar o livreto e a capa, é muito estiloso e muito humilde, vê se pode, dá até vontade de levar pra casa, sabe? haha.
Pra mim, Mika é uma das revelações da década. I love Mikaaaa! haha.



Até a próxima. Beijos!

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Dicas para uma boa foto



Hoje em dia, raro é quem não tem uma conta no orkut. O cara pode até não saber digitar uma linha no Word e colocar um acento em uma palavra, mas o orkut ele tem, pode ter certeza; afinal isso é inclusão digital, ter uma conta no orkut. Aff. Mas o que isso tem a ver com fotografia? Oras, orkut sem fotos não faria o mesmo sucesso, e todo mundo quer se sair bem nelas, afinal, não deixa de ser um marketing pessoal. Sim, é esquisito, mas é a realidade.
Bom, não sou fotógrafa profissional, mas me faço de modelo/fotógrafa de quintal (que horrivel isso, até rimou. Haha), então darei algumas dicas, algumas "regras" que eu sigo pra quem sabe ajudar você a melhorar um pouco as suas fotos.

1 - Descubra seu melhor ângulo

Isso mesmo, todo mundo tem o seu melhor ângulo e cabe a você descobrir o seu. Para isso, só muita paciência pra se auto-fotografar uma centena de vezes, e quando falo centena é centena mesmo, eu tiro mais de 120 fotos minha sozinha em pouco espaço de tempo, até acertar. Observe-se no espelho, faça poses, depois tire fotos de todos os ângulos, cima, baixo, lado esquerdo, direito, e assim vai, e depois veja qual que ficou melhor.


2 - Cuidado com a paisagem de fundo

Muitas vezes acontece de você tirar uma foto sua super bonitinha, mas é no seu quarto, e no fundo tem um monte de roupas jogadas ou coisas que não ficariam muito legal numa foto, o que fazer? Se a foto ficar muito boa, pode-se usar o Photoshop para aplicar um desfoque na parte indesejada, ou seja, vai dar um pequeno trabalho, e mesmo assim corre-se o risco de não ficar legal. Então, preocupe-se com o que está no fundo da foto e o que faz parte da foto, não apenas com você.

Nesta foto, tive o cuidado em usar uma parede que "recebesse" uma boa iluminação e que não tivesse nenhum objeto por perto.

3 - Sorria

Um lindo sorriso, natural, sempre cai bem. Lógico que depende o tipo de fotografia e o que você quer transmitir com ela. Assim, fica a sua escolha
. Lembrando para não forçar demais o sorriso, pra não parecer um robô. Haha.

4 - Disfarce a barriga

Existem alguns programas que ajudam a tirar aqueles excessos, mas não custa nada trancar a respiração um pouco (pelo amor de Deus, não vai programar pra 10 segundos e ficar segurando a respiração todo esse tempo), de um jeito que pareça natural. Se for trancar a respiração e não ficar legal, a dica é usar uma roupa que disfarce a gordurinha.

5 - A maquiagem certa

A maquiagem é essencial para cobrir manchas, imperfeições, além de deixar a pessoa "mais viva". Não concordam? Dá aquela colorida, aquela vivacidade, podendo destacar pontos fortes no rosto da pessoa.


6 - Corpo bem posicionado

Antes de tudo, relaxe, sinta-se a vontade frente a câmera, não sinta medo dela.
Tente deixar a coluna ereta de uma forma natural, se a foto for de corpo inteiro pode-se colocar um pé à frente do outro suavemente, os braços podem ficar relaxados, aquela coisa de colocar mão na cintura, tome cuidado porque nem toda foto fica legal com essa posição, cabe a você perceber o tipo de foto que está tirando e ver se combina.
Ah, fotos estilo 3x4 sinceramente não fazem meu tipo, re-la-xa, se a foto não é pra documento não precisa ficar parado no meio igual a uma estátua pra fotografar, tente visualizar na sua mente o enquadramento que a câmera irá pegar e utilize esse espaço.

7 - Caras e bocas

Muito, mas muito cuidado com isso. Segundo fotógrafos profissionais, tirar fotos fazendo biquinho por exemplo, demonstram uma atitude infantil. (Não precisa ser profissa pra saber,mas quem sabe deem mais valor para a dica né. Hahaha.)
Tá, nada de novo, só não custa salientar isso, porque ninguém caminha por ai fazendo biquinho, vai numa loja fazendo biquinho, enfim, cortando isso: biquinho na foto não é legal.
Uma coisa que muita gente faz e não é legal também: inclinar a cabeça para um lado. É, esquisito mas muita gente faz isso, às vezes até involuntariamente, então por favor, só faça se estiver de torcicolo ou se quiser muiiito imitar a Lovefoxx do CSS, só que queridos, ela pode. Haha.

8- Boa iluminação

Uma boa iluminação é fundamental. Geralmente gosto de tirar minhas fotos sem flash (apenas de dia, é claro), parece que a foto fica mais natural e o legal é saber utilizar a luz natural do ambiente, brincar com ela, deixar uma parte oculta pela sombra, destacar outra, é uma dica; mas se for em um ambiente fechado, escuro, o flash é mesmo obrigatório.

9 - Seja você

Essa é minha última dica, mostre quem você é. Isso não quer dizer que tenha que mostrar os peitos ou usar uma roupa minúscula para se mostrar; basta sentir-se confortável, mostrar-se segura e encarar a câmera como se só houvesse você e ela ali, encare mesmo, o olhar diz muito mesmo, e com o tempo você pode até brincar de modelo, encarar uma personagem, caracterizar-se, enfim, deixar a imaginação rolar. É isso ae, fotografar sem medo de ser feliz.

Até a próxima. Beijos.



sábado, 3 de outubro de 2009

A música como arma

É isso mesmo, 60 artistas, entre eles, Lily Allen, Fergie e Scorpions se juntaram para regravar a música Beds are burning, do grupo australiano Midnight Oil; em uma campanha liderada por Kofi Annan contra o aquecimento global e exigir justiça climática.

"Cada download da música conta como apoio na petição da campanha "Tck, Tck, Tck", que tem como objetivo conseguir um acordo internacional com líderes mundiais para cortar as emissões de gases que provocam o efeito estufa.
Kofi Annan afirmou que as mudanças climáticas são "o maior desafio que a humanidade está enfrentando hoje". O diplomata e ex-secretário geral da ONU ainda afirmou que "os países desenvolvidos são os responsáveis pela emissão de gases do efeito estufa, mas que as nações mais pobres e menos desenvolvidas são as mais afetadas". "

Fonte: cifraclubnews.com.br

Para ajudar na campanha é só acessar o site e clicar em download the song para baixar a música: http://www.timeforclimatejustice.org/
Além disso, tem o nome dos 60 artistas e o video clip em ótima qualidade.

Essa campanha lembra muito o USA for Africa, onde vários artistas (mas só americanos, claro) gravaram a música We are the wold, escrita por Michael Jackson e Lionel Ritchie; denunciando a pobreza na África e sobre a falta de esperanças das crianças africanas. Só que além dos temas das campanhas serem diferentes, a música Beds are burning é de 1987, e agora foi regravada.
Pelos menos para mim, a música surtiu efeito, fiquei arrepiada assistindo o video clip e admirada com a nova versão, já fiz o download, vamos ajudar também.
Abaixo, a tradução do refrão da música:
"Como podemos dançar quando nossa terra está girando
Como podemos dormir enquanto nossas camas estão queimando... "

.. é pra refletir, e além disso, agir.

Beijos!


quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Top 10 - Comédia Romântica

Final de semana chegando, muito frio e muita chuva .. o que será que combina com tudo isso? Filmeees, uhuuL! (olha a doida viciada em filmes falando, haha). Não que eu não goste de um filme de ficção científica, ou um drama, ou até mesmo de aventura; mas não tem nada melhor que um filme de comédia romântica pra esquecer tudo e se entregar na história, fala a verdade. Eu sei que a maioria deles seguem aquele clichê de um casal que se encontra por motivos só existentes em filmes, se apaixonam e no final ficam juntos e felizes; mas não dá pra escapar da magia que esses filmes têm, porque embora a gente já saiba que no final o casal irá ficar junto (em grande parte dos filmes) o desenrolar da história é muito divertido e emocionante, e acaba nos prendendo até o fim, não é mesmo?
Ok, chega de enrolação, vamos a minha lista de comédia romântica (claro, esse é o meu pequeno mundo, hehe), sei que tem muito mais filmes ótimos, mas entre os que eu já assisti selecionei os 10 preferidos, tarefa um tanto difícil.

10 - Sex and the City - O filme

Infelizmente nunca assisti o seriado, e mesmo assistindo só o filme me apaixonei. Sei que é um filme tipo "mulherzinha", de mulheres chiquérrimas em Nova York, mas além disso, há entre elas uma amizade que mesmo com o tempo, a distância e a correria de uma vida adulta, elas continuam juntas e com o mesmo bom humor, e ainda dividem os problemas de relaciomentos amorosos, umas bem sucedidas e outras nem tanto. Sem esquecer, são quatro amigas e cada uma com uma personalidade diferente, ou seja, impossível não fazer aquela comparação na nossa rodinha de amigas: 'ah, a fulana se parece com a Charlotte'; 'mas olha, igualzinha a mim'. Haha.

9 - Alguém tem que ceder

Elenco com Jack Nicholson e Diane Keaton, fraco né? Só que além disso, a história é super divertida. No filme, embora Nicholson já não seja mais um broto, ele é um homem sedutor que acaba namorando uma mulher bem mais nova que ele, e por "obrigação", precisa passar alguns dias com a sua sogra com a idade um pouco avançada também. Só que no começo, com a convivência forçada, os dois não se dão muito bem e o público pode garantir boas risadas, até que uma atração forte entre os dois se inicia.

8 - Como se fosse a primeira vez

Aaah, filme super fofo. Drew Barrymore já é fofa por natureza e Adam Sandler consegue cativar sempre, desde aquelas comédias escrachadas até esse filme que tem uma pitada de drama. Sandler tem que conquistar ela, Drew, todos os dias, devido a um problema de memória da moça.
É emocionante.

7 - Muito bem acompanhada
É um filme pouco conhecido, mas eu adoooro. A história é de uma mulher que contrata um acompanhante para o casamento de sua irmã, só que o acompanhante é nada menos que Dermot Mulroney, lindo, inteligente, simpático, que acaba conquistando toda a sua familia e claro, a moçoila também. Recomendadíssimo.

6 - Letra e música
Logo no começo do filme você já morre de rir com um clipe de uma banda chamada Pop, que na história é como se existisse e ainda era a maior banda dos anos 80, mas que não passa de ficção. A reboladinha do Hugh Grant é de rachar, as músicas inéditas, feitas especialmente para o filme são ótimas, todas no estilo pop anos 80. Só que Hugh, depois de acabar com a banda, não é um artista tão popular e tem o trabalho de compor uma música para uma cantora famosa (só no filme, claro), e acaba recebendo a ajuda de Drew Barrymore, a menina que apenas foi molhar as plantinhas de seu apartamento, mostra um grande talento na música. E o que acaba acontecendo? tanananam .. eles se apaixonam. Hehe. Um filme imperdivel, muitas risadas e boas músicas.

5 - Simplesmente amor
Filme lindo, sem colocar defeito. Com um ótimo elenco, ele conta a história de várias pessoas, em lugares diferentes, com vidas diferentes e que não tem contato um com o outro, mas com uma coisa em comum: acabam vivendo histórias de amor. Simples assim, mas fascinante.

4 - Alguém como você
Amo esse filme. Divertidissimo e inteligente, tem até aTeoria da Vaca, estranho né, mas só assistindo pra entender e ver o quão certa tá essa teoria. Haha. E pra ser mais perfeito, tem Hugh Juckman, não vou nem dar detalhes da cena dele de cueca. Hahaha. Aluguem e vejam.

3 - O diário de Bridget Jones
Impossível não se encantar com Bridget, interpretada por Renée Zellweger, uma mulher com 32 anos que resolve escrever um diário com todos os seus problemas com peso, seus desatres amorosos, sua vida profissional e tudo mais que acontece, e que realmente parece só acontecer acontece com ela de tão hilárias. Renée é super fofa e ao lado de Hugh Grant e Colin Firth, formam o que poderiamos chamar de triângulo amoroso. Diversão? Concerteza.

2 - Casamento grego
Se tem um filme que eu paro tudo pra ver, nem que seja na sessão da tarde, é Casamento grego. Não sei o porquê, ele é pouco falado, mas amo esse filme. Nia Vardalos interpreta uma grega que mora nos Estados Unidos e que além de ter que enfrentar toda o choque cultural, tem uma vida pacata, morando e trabalhando com seus pais e solteira aos 30 anos (o conhecido Patinho Feio), até que um dia ela conhece John Corbett, eles se apaixonam da forma mais linda (oh a babona), e ela se transforma (fisicamente também). E além disso tudo, o filme garante muitas risadas com as familias do casal, de um lado uma familia enorme de gregos e no outro, pais mais comportados. Quem ainda não viu, por favor, assista. Hehe.

1 - Harry & Sally - Feitos um para o outro

Sim, ele é meu preferido. Não é tão recente assim, foi gravado em 1987, mas isso é só um detalhe perante a história do filme. Falas super inteligentes, divertidas, com aquele humor sarcástico; Harry, interpretado por Billy Crystal, e Sally, com a fofissima Meg Ryan (sim, não basta ser ótima atriz, tem que ser fofa também, hihi) se conhecem após se formarem no colegial e ele se atrai por ela, enquanto que Sally, odeia ele. Até que os anos vão passando, eles vão tendo suas vidas separadas e um dia se encontram, tornam-se grandes amigos, mas amigos inseparáveis mesmo, e aos poucos fica evidente que eles não eram só amigos, que havia um outro sentimento entre eles (oooooin). Eu poderia ficar horas falando desse filme, mas o post já esta grande demais, só não posso deixar de falar da cena mais hilária e lembrada por muitos cinéfolos como uma das melhores de Hollywood; cena em que Meg Ryan finge ter um orgasmo em plena lanchonete, na frente de todos, jesuis, o que é aquilo? eu ri litros. Hahaha.
Sortudo será aquele que conseguir esse filme em uma locadora, então deixo aqui o link para o baixarem, no mesmo lugar que peguei, legendado.

Até a próxima. Beijos.